Preocupada

Minhas últimas semanas têm sido aflitas. Meu pai descobriu que está com uma de suas artérias bem obstruídas. Primeiro, ele teve que fazer um cateterismo e, agora, para ficar tudo bem, ele tem que fazer uma ponte de safena. É bem provável que isso aconteça ainda essa semana.

A operação já foi bem mais complicada há alguns anos, mas ela continua sendo perigosa.

E eu, o que faço enquanto a data não vem? Choro desesperadamente toda vez que estou longe dele ou da minha mãe. Achei que tinha crescido e me tornado uma adulta, mas foi agora que descobri o quanto ainda dependo deles. Sou muito agarrada aos dois e a hipótese de algo acontecer está me deixando em frangalhos. Tudo quanto é pensamento já passou pela minha cabeça e não consigo me acalmar. Não vejo a hora disso passar logo e poder abraçar meu careca e dizer que ele é medroso e que tudo não passou de um susto.

Afinal, ele ainda tem que viver muitos anos para ensinar para o neto (que só vai ser encomendado daqui cinco anos) tudo o que ele me ensinou… quem var ver Jornal Nacional com o meu filho e dizer boa noite para os apresentadores? Ele, com certeza!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s