Eu quero ser mãe

Que eu sempre fui doida por criança não é segredo pra ninguém. Eles são tão apertáveis, fofos e espontâneos que dá vontade de ter um exemplar por perto a toda hora. Criança nunca fica fedida (mesmo quando está suja, eles sempre têm aquele cheirinho de bebê no pescoço), nunca mente e é sempre muito direta.

Mas, o que sempre me despertou o instito materno é ver crianças olhando para as suas respectivas mães. Acho que deve ser a coisa mais gostosa do mundo aparecer na frente de um ser de meio metro de altura e ver aquele sorrisão ou aquele olhar que diz “ufa, você está de volta para me proteger”.

Eu não vejo a hora da minha vez chegar. Porém, ainda sou economicamente estéril e tenho uns problemas com sono e egoísmo. Isso sem contar o medo de chegar em casa com um ser bem pitico, que não fala e não tem outro jeito de expressar sentimentos que não seja chorando…

Anúncios

Um comentário sobre “Eu quero ser mãe

  1. Falou e disse (a parte sobre gostar de dormir, precisar se
    preocupar praticamente só consigo própria e sobre o que fazer com o
    pacotinho). Pode ser enlouquecedor, por isto é bom se conhecer bem
    primeiro, saber se está preparada ou não. Bom caminho pra voce.
    Bia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s