Aniversário chegando

Quando eu era pequena, minha mãe dizia que eu terminava um aniversário programando o outro. Logo que entrei na faculdade, mudei um pouco e passei a odiar. Faz somente uns seis anos que voltei a comemorar.

Às vezes, minha mente criativa começa a se questionar: por que isso de comemoração? Fora o stress envolvido: onde comemorar, quem chamar, o que fazer, como agradar a todos e será que todo mundo vai?

Tem gente que some o ano inteiro, vejo só no aniversário e é sempre aquela coisa: “ai, precisamos nos ver e nos falar mais”. Nunca acontece e, no ano seguinte, faz-se a mesma coisa.

Tem gente que chamo por obrigação, tem gente que chamo porque quero ter por perto e, quem odeio, costumo nem chamar.

Fico desesperada na comemoração porque nunca sei quanto tempo devo conversar com cada pessoa e acabo não conversando com ninguém direito, fico me sentindo culpada por isso.

Agora, uma parte que adoro são presentes. Adoro. Sejam eles o que forem, os presentes são sempre muito benvindos, anotem, ok?

Esse ano estou meio dividida: tem horas que me empolgo com a comemoração, tem horas que gostaria de ficar só somente. Vamos ver como fico até a data.

Anúncios

Um comentário sobre “Aniversário chegando

  1. Amiga, eu poderia ter assinado esse texto facilmente. Você descreveu meu momento atual. Talvez o fato de eu fazer aniversário dia 17 explique isso :-/
    na verdade eu queria chamar só os legais, mas isso implica em politica da boa vizinhança – odeio tentar ser uma boa vizinha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s