Amor incondicional

Tenho paixão por crianças. Não posso ver um pequeno que já abro um sorriso, quero brincar, pegar no colo… e, desde pequena, sempre tive vontade de ter crianças me chamando de tia.

Porém, existe um pequeno rapaz que ocupa um lugar especial no meu coração. Ele atende por Lucas, tem três aninhos e eu tenho uma paixão por ele que não tem tamanho. Parece que conheço esse menino de outras vidas.

Desde que ele nasceu, estou por perto – tanto que a apresentação de fotos do aniversário de um ano era composta por imagens feitas por mim e pelo Fê. A mãe dele é amiga do Fernando e eu a conheci na maternidade. Graças a ele, ganhei uma amigona. O Lucas tem uma eletricidade enorme. Toda vez que vou brincar com ele, saio de lá feliz, porém cansada com tanta energia.

Desde que ele nasceu, morria de vontade de ver aquele pequeno ser me chamar de tia. Acho tão fofo. Porém, quando o safadinho começou a falar, só me chamava de moça. O Fernando era tio e eu era a moça. Falava isso com um sorriso sacana estampado no rosto.

Somente esse ano, o Lucas passou a me chamar de tia. Sai de lá com lágrimas nos olhos daquela boquinha se enchendo para dizer Tia Vanessa. A mãe dele tira um barato comigo até hoje.

Agora, ele ainda pergunta quando a tia Vanessa vai lá para brincar. E o Fernando, que era o tio, virou apenas o “amigo da mamãe” – muito porque o Lucas fica confuso com o fato do meu namorado e o pai dele terem o mesmo nome. Além disso, ele cita o jeito que eu brinco com ele como exemplo quando a chama a mãe para brincar.

Me sinto triunfante com o amor conquistado!

meu pequeno sobrinho emprestado

meu pequeno sobrinho emprestado

Anúncios

6 comentários sobre “Amor incondicional

  1. ai meu deus! tô aqui com lágrimas nos olhos! acho q fiquei mais sensivel dpois q virei mãe! é sempre bom ter noticias d amigos d trombetas.. aquele lugar me marcou dmais! q mundo pequeno mesmo! essa semana a lindabel d PTR me add no orkut e fiquei toda feliz, e hj é vc q aparece! add no msn ai q a gente vai conversando melhor… sicollet@hotmail.com
    bjocas

  2. Ai q liiiiiiiiiiiiiiiindo
    menina, eu fiquei assim tb qdo a filhinha do meu primo me chamou de titia pela primeira vez. Ela é uma espoletinnha e tão miudinha…
    por falar nisso, a gente podia apresentar o Lucas pra ela e já arranjar o casamento… eheheheh

    bjokas

  3. Ai ai ai… que orgulho!!! Gente, eu sou a mãe desse gatão!!!!! 🙂
    Corujisses à parte, preciso dizer que fico muito feliz com essa declaração… é bom saber que meu pequeno deixa uma amiga tão especial quanto vc assim, feliz da vida!!
    Beijos e parabéns pelo blog!

  4. Pingback: Para agradar aos pequenos | Uma pitada em quase tudo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s