Aprendendo francês

Sou a pessoa mais paradoxal do planeta. Tenho um lado completamente liberal e desprendido de amarras. Porém, gosto de algumas tradições e formalismos. Na hora de falar e escrever, na grande maioria das situações, gosto de uma formalismo.

Acho que é isso que me encanta no francês: o formalismo e a necessidade de seguir algumas regras em público. Comecei a seguir isso com mais frequência na última quinta, quando iniciei meu curso de francês. Sempre tive vontade de falar com biquinho e, já que decidi que em 2010 irei parar de fazer promessas, resolvi começar a aprender outra língua.

Poxa, mas vou confessar que já penei na primeira semana. É muita coisa para aprender, muita pronúncia e uma série de pequenas regras. Os franceses usam um tempo verbal ao falar com amigos e outro completamente diferente ao se dirigir ao chefe, ao garçom ou à uma senhora desconhecida na rua.

Muito complicado para minha cabeça… mas isso não vai me desanimar. Afinal, foi a educação do franceses e todo o seu charme que me fez ficar interessada na cultura desse povo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s