A vida que pedi a Deus

Muitas vezes, a gente fica sonhando em viajar por cidades pitorescas fora do País e esquecemos que temos uma série de opções bem perto de casa. Como em 2010 estou colocando em prática muitos dos planos que sempre faço, resolvemos pegar o carro ontem e nos mandar para Holambra.

A única referência que a gente tinha era que a cidade é conhecida pela colonização holandesa, pelas flores e também abrigava uma cervejaria bem pequenina chamada Schornstein.

Água no carro, chiclete, bons CDs, GPS e lá fomos nós. Estrada boa e uma bela grana para os pedágios também faziam parte do pacote. 2h30 depois, chegamos na charmosa cidade. Primeira parada, o bar da cervejaria que já falei acima. Confesso que cerveja não é a minha bebida predileta, mas, já que estava lá, here we go. Provei e achei bem saborosa. Um amargor na medida. Mas o que me encantou foi o charme da casa. Pequena, cadeiras e mesas de madeira, paredes de tijolinhos… parecia um dos biergarten que vejo em fotos da Europa.

Continuamos andando e nos deparamos com um monte de lugares bem bacanas e repletos de bossa igual. Para melhorar o dia, ainda achei uma loja de plantas e objetos de decoração. Nessa brincadeira, trouxe para casa duas almofadas e um enfeite de parede (um ramo de flores em ferro, liiiiindo!!).

Além disso, a cidade tem uma doceria holandesa em frente a um lago. Com o belo fim de tarde de ontem, o lugar era um belo cenário para curtir um doce e uma brisa gostosa… Não me arrisquei nos doces de flores porque estava guardando minha barriga para um panqueca holandesa com queijo gouda. Nhamy!

Em resumo, enquanto minha viagem para a Europa não chega, da para curtir a vida como eu gosto perto de casa e sem gastar muito.

Outra coisa sobre Holambra é que ela me fez pensar que, se Buenos Aires não der certo, posso considerar uma dessas cidades pequenas e charmosas para montar o meu bistrô.

Anúncios

3 comentários sobre “A vida que pedi a Deus

  1. Amiga, Holambra é mesmo uma gracinha, mas vai por mim… Dois dias por lá e você já tá surtada porque não encontra muito mais o que fazer. Um dia para visitar esses pontos da cidade, no segundo, visitar as fazendas, no terceiro… Socoooooorro!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s