A vida sem leite e derivados

Eu sei que tenho feito muitos posts sobre doces, mas é porque eles tem sido as coisas mais diferentes que tem pintado no meu cardápio, mas acho que esse mês devo ter que me virar para fazer pratos diferentes e que não levem leite e derivados nos seus ingredientes.

A minha bebê está com suspeita de intolerância à lactose e, para tirar a dúvida, o pediatra pediu para cortar leite e derivados da minha dieta, já que ela mama no peito.

O problema disso é que uso muito queijo e minha alimentação tem muito leite e outros derivados! E tudo o que eu penso em fazer leva creme de leite, creme de ricota, queijo etc.

Mas, se é pelo bem da baixinha, uso a criatividade e ainda dou uma variada no cardápio. Porém, ainda estamos na fase de receber visitas. E tenho sempre algum petisco ou bolo para oferecer. Todos sempre tinham um q de leite.

Esse final de semana ia receber algumas pessoas e queria servir um bolo (até porque sempre sobra mais para saciar a formiga dentro de mim durante a semana). Foi aí que achei essa massa no livro da Tatiana Cardoso, chef do Moinho de Pedra.

Ingredientes:
1 xícara de chocolate em pó
1 xícara se água filtrada
1/4 de colher de chá de bicarbonato de sódio
6 ovos caipiras
3/4 de xícara de óleo de girassol
2 xícaras de açúcar demerara
1 xícara de farinha de trigo comum
1 xícara de farinha de trigo integral
1 colher de sopa de fermento em pó químico

Leve ao fogo o chocolate em pó, a água e o bicarbonato, mexendo a panela até que a mistura esteja bem dissolvida. Reserve.

Bata as gemas na batedeira em velocidade alta, acrescentando o óleo em fio até formar um creme com uma consistência de maionese. Coloque o açúcar e bata por mais dois minutos. Junte a mistura com o chocolate e as farinhas e bata até formar uma massa homogênea.

Separadamente, bata as claras em neve. Desligue a batedeira e acrescente o fermento nas claras e mexa com uma espátula.

Transfira as claras para a massa e e mexa com uma espátula até que elas estejam incorporadas na massa. Despeje numa forma com fundo removível e asse em fogo médio por 40
minutos. Vá olhando porque a minha massa queimou nos cantos nesse tempo e tive que cortar uns pedacinhos.

A receita original dizia para rechear com uma mistura de frutas vermelhas e chantili, mas como não achei frutas vermelhas e não posso com leite, fiz uma alteração. Usei 2/3 de um vidro de geléia se damasco para o recheio e o restante cobri a parte de cima do bolo. Para decorar, espalhei damascos secos e polvilhei açúcar de confeiteiro. A massa não é muito doce e casou muito bem com o ácido do damasco.

20130427-202356.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s