Meu primeiro tiramissu

Lembro até hoje de um episódio de Gilmore Girls em que a Rory comemorava um mês de namoro com o Dean. No final do jantar, ela pedia um tiramissu que devorava com gosto. Nunca tinha comido esse doce. Em todos os restaurantes que eu ia e pensava em pedir, acabava trocando por alguma opção com chocolate (meu fraco, junto com o pudim de leite).

De repente, me veio uma vontade de louca de comer o diabo do doce. Pensava nele noite e dia. Para completar, minha prima me deu de Natal o Cozinha de Estar, da Rita Lobo, que traz uma receita do bolo acompanhada de uma descrição de dar água na boca.

Comecei então minha caça ao queijo mascarpone (a parte mais difícil da receita foi achar esse moço para comprar) e matei minha lombrigas. A receita é super simples!

Anote:
400g de queijo mascarpone
4 ovos
6 colheres de sopa de açúcar
12 biscoitos champanhe com açúcar
60 ml de rum
1/2 xícara de chá de café bem forte
Chocolate em pó para polvilhar

Junte o café e rum para umedecer os biscoitos (só de um lado) e, com eles, forrar o fundo de uma travessa com a parte molhada para cima. Reserve.

Use as gemas dos ovos e faça uma gemada bem clara na batedeira com 4 colheres de açúcar. Acrescente o mascarpone e bata somente para misturar. Em seguida, bata as claras em neve com as 2 colheres restantes de açúcar. Misture cuidadosamente com o creme de mascarpone. Espalhe o creme sobre os biscoitos e leve à geladeira por cerca de quatro horas. Polvilhe o chocolate na hora de servir. Rende 6 porções.

20140712-124317-45797469.jpg

Anúncios

O último bolo de mês e o primeiro de ano

Há um ano atrás, decidi que iria comemorar todos os 12 primeiros meses da Clarice. E, para cada um deles, faria um bolo eu mesma. A ideia era unir os ingredientes com alguma lembrança daquele mês e me sentir realmente fazendo algo para ela, por ela. E com essa receita, chega ao fim o meu compromisso mensal. Mas resolvi que, além da festinha, farei eu um bolo para comemorar cada um dos aniversários e poder contar a história dos últimos 365 dias. 

2013 foi um ano intenso. Chegou com o nascimento da Clarice e veio com um turbilhão de mudanças. Eu, que sempre fui adaptada à rotina, estou aprendendo (sim, no gerúndio) a viver sem ela, porém, mantendo o mínimo de regra para não virar uma doida. Clarice tornou esse processo suave. A falta de rotina com ela foi sinônimo de felicidade, descobertas e uma conquista de segurança que nunca tive, bem como uma limpeza do que é importante ou não para a minha vida. Quem segue são aqueles que realmente estão afim de contribuir e somar. A faxina só começou.

Foi por isso que escolhi um bolo de abacaxi para esse último mês do primeiro ano. O abacaxi é ácido, mas se bem preparado, fica doce e deixa aquele frescor na boca. Assim foi o meu primeiro ano de mãe: fatores externos tentaram deixar minha vida ácida, mas minha bebê soube dar o tempero doce que eu precisava. 

Vamos à receita?

Ingredientes
. 4 ovos
. 1 e ½ xícara (chá) de açúcar
. 1 xícara (chá) de suco de abacaxi concentrado
. ½ xícara (chá) de óleo
. 3 xícaras (chá) de farinha de trigo
. 1 colher (sopa) de fermento em pó
. 2 latas de abacaxi em calda escorrido e cortado em cubos

No liquidificador, bata os ovos, o açúcar, o suco de abacaxi e o óleo. Transfira a mistura para uma tigela, junte a farinha de trigo e o fermento em pó peneirados. Acrescente metade do abacaxi em cubos e misture. Coloque em uma assadeira untada com margarina e polvilhada com farinha de trigo. Leve para assar em forno pré-aquecido a 200°C durante 30 minutos ou até dourar. Deixe esfriar totalmente e desenforme. Antes de servir decore com o restante do abacaxi. Eu ainda salpiquei coco ralado para dar uma graça a mais.

 

20140122-193055.jpg