Molho à bolonhesa da Rita Lobo

A Rita Lobo é dona de um dos programas de culinária que mais curto, mesmo eu não tendo feito muitas receitas dela até agora (e duas deram errado). Mas confesso que desde que eu vi o episódio do Cozinha Prática que ela fez um molho à bolonhesa, não pensava em outra coisa que não comer uma bela macarronada.

Apesar de bem demorado, o molho fica super saboroso e bonito. Os ingredientes são:

  • 500g de patinho moído 
  • 1 colher (sopa) de óleo de canola
  • 2 colheres (sopa) de manteiga
  • 1/2 cebola picada
  • 2/3 de xícara (chá) de cenoura picada
  • 2/3 de salsão picado 
  • 1 xícara (chá) de leite
  • 1 xícara (chá) de vinho branco seco
  • 1 lata (400g) de tomates pelados com líquido 
  • 1 l de água
  • Noz-moscada ralada na hora
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto

Coloque a manteiga e o óleo numa panela e deixe esquentar. Então, acrescente a cebola para refogar, mexendo até ficar transparente. Adicione a cenoura e o salsão e refogue por dois minutos. Junte a carne moída e misture separando os pedaços de carne para não formar bolas. Tempere com sal e pimenta e mexa até a carne perder a cor rosada. Coloque o leite e noz-moscada. Quando o leite evaporar, acrescente o vinho e deixe cozinhar até secar. Abaixe o fogo, junte o tomate e misture, esmagando os tomates. Agora, você deixa cozinhando por três horas, com a panela semiaberta, mexendo de vez em quando. É importante que o fogo fique bem baixo. Sempre que o molho começar a secar, você deve acrescentar um pouco de água quente – cerca de uma xícara de água por vez. 

Você pode usar o molho em qualquer massa. A consistência dele é incrível e o sabor é super suave. Como ele cozinha bastante, o tomate perde bem a acidez. Com uma taça de vinho, é o prato perfeito. Ele só precisa de programação por conta da demora no cozimento.

  

Anúncios

Salada de ovo

Eu sempre gostei de ovo. Não sendo cru, como feliz da vida. Tem uma receita que eu sempre faço quando estou com fome e pressa: salada de maionese e ovo.

É uma receita ridícula de fácil e rápida. Para um sanduíche de pão de forma, uso:

  • 1 ovo cozido
  • Duas colheres de maionese
  • Sal e pimenta do reino a gosto 

Cozinho o ovo por cerca de 10 minutos. Descasco, amasso com o garfo, tempero e misturo a maionese. E está pronto. Fácil assim! Se quiser uma opção mais magra, você pode trocar a maionese por creme de ricota.

  

Air Fryer, eu te amo!

Desde o final do ano passado desenvolvi uma relação de puro amor com um brinquedinho que o Papai Noel me trouxe: uma Air Fryer. Acho o máximo fazer algo com gosto de fritura, mas sem o cheiro e o resíduo de óleo. 

Apesar da empolgação e do uso constante, só agora estou me arriscando mais nas receitas. Por isso, talvez vocês vejam mais receitas como essa, um filé de frango agridoce.

Usei dois peitos de frango que renderam uns 7 filés médios. Coloquei eles para marinarem por uma hora em duas colheres (sopa) de molho inglês, uma de mel, sal a gosto e duas colheres (chá) de gengibre em pó. 

Depois, coloquei os filés (2 a 3 por vez, dependendo do tamanho) na fritadeira e deixei por 15 minutos a 180 graus. Servi junto com um macarrão ao molho de espinafre, mas ele pode acompanhar uma salada ou legumes cozidos também, se você quiser ser mais magro.

Os filés ficaram no ponto certo e eu não precisei ficar de olho na frigideira, virando o frango toda hora. Mais prático impossível!

  

Sopa de ervilha 

Aproveitando frio que está em São Paulo, resolvi fazer algo que estava vontade há muito tempo: sopa de ervilha. 

Eu tinha visto uma receita que levava muçarela de búfala, mas não achei e resolvi inventar por aqui e deu muito certo. 

Você vai precisar:

  • 600g de ervilha congelada
  • 200g de muçarela de búfala em bolinha
  • 1/2 cebola cortada grossa
  • 2 dentes de alho inteiros
  • 100g de bacon em cubinhos

Primeiro, você cobre o fundo de uma panela de pressão com azeite e joga a cebola, o alho, a ervilha e tempere com sal a gosto. Refogue rapidinho, jogue dois copos de água e feche a panela de pressão. Assim que começar a chiar, conte cinco minutos e desligue o fogo. Deixe a pressão sair e verifique se o dente de alho está bem mole. Se estiver, pegue um mixer e bata a sopa até ela virar uma pasta homogênea. Acrescente a muçarela e ligue o fogo. Mexa até derreter. Nesse meio tempo, pegue os cubinhos de bacon e coloque sobre duas folhas de papel toalha em um prato. Cubra com outras duas folhas de papel toalha e leve ao microondas por dois minutos ou até o bacon estar bem crocante. Misture na sopa e está pronto!

  

Bolo churros

Todo mundo fala sobre o bolo churros há algum tempo. Já comi dele numa versão mais simples, mas nunca tomei coragem para fazer. Até achar essa receita extremamente fácil, além do gosto da canela não ficar muito forte e consistência ser bem fofa.

Eu dobrei a quantidade da receita porque ele fica pequeno e queria rechear e fazer toda uma graça para usá-lo como um bolo de aniversário. Mas esse bolo pode ficar com cara de chá da tarde também se você fizer uma receita única e cobrir com doce de leite.

Os ingredientes:

  • 3 ovos
  • 1 xícara (chá) de farinha de trigo
  • 1/2 xícara (chá) de leite
  • 1 xícara (chá) de açúcar
  • 1 colher (sopa) de canela em pó
  • 1 colher (sopa) de fermento químico
  • 50g de manteiga sem sal amolecida
  • 400g de doce de leite pastoso

Para começar, você precisa bater o leite, ovos, manteiga e açúcar até que a mistura comece a espumar. Em seguida, adicione a farinha de trigo, passando por uma peneira. Misture delicadamente até ficar homogêneo. Coloque a canela e o fermente, misturando bem. Despeje a massa em uma forma de fundo removível (cerca de 20 cm) untada e enfarinhada. Leve ao forno pré aquecido a uma temperatura de 180°C e asse por cerca de 30 minutos ou até fazer o teste do palito e ele sair limpo. Com o bolo frio, espalhe o o doce de leite por cima e salpique um pouco de açúcar e canela. Para fazer o bolo da foto, eu dobrei a receita e dividi a massa em duas formas. Metade do doce de leite eu usei para recheio e a outra metade para cobertura. Os churros em cima comprei pronto. 🙂